quinta-feira, julho 12, 2007

Sylvia Plath: a canção

ouça e veja aqui

Sylvia Plath

I wish I had a Sylvia Plath
Busted tooth and a smile
And cigarette ashes in her drink
The kind that goes out and then sleeps for a week
The kind that goes out on her own
To give me a reason, for well, I dunno
Eu queria ter uma Sylvia Plath
dentes estragados e um sorriso
e cinzas de cigarro na sua bebida
o tipo que sai e depois dorme uma vida
o tipo que sai por si só
pra me dar uma razão, sei lá

And maybe she'd take me to France
Or maybe to Spain and she'd ask me to dance
In a mansion on the top of a hill
She'd dash on the carpets
And slip me a pill
Then she'd get pretty loaded on gin
And maybe she'd give me a bath
How I wish I had a Sylvia Plath
E talvez ela me levasse pra França
ou pra Espanha e me concedesse uma dança
numa mansão no alto da colina
ela se jogaria nos tapetes
e me descolaria uma bolinha
então ela encheria a cara de gim
e talvez me desse um banho de arremate
- como eu gostaria de ter uma Sylvia Plath

And she and I would sleep on a boat
And swim in the sea without clothes
With rain falling fast on the sea
While she was swimming away, she'd be winking at me
Telling me it would all be okay
Out on the horizon and fading away
And I'd swim to the boat and I'd laugh
I gotta get me a Sylvia Plath
E eu e ela dormiríamos num barco
e nadaríamos no mar os dois pelados
com a chuva caindo calma no mar
enquanto ela nadasse pra longe, piscando pra mim
me dizendo que tudo estava bem
lá no horizonte e desaparecendo
e eu nadaria pro barco rindo dessa arte
- preciso arranjar pra mim uma Sylvia Plath

And maybe she'd take me to France
Or maybe to Spain and she'd ask me to dance
In a mansion on the top of a hill
She'd dash on the carpets
And slip me a pill
Then she'd get pretty loaded on gin
And maybe she'd give me a bath
How I wish I had a Sylvia Plath
I wish I had a Sylvia Plath

E talvez ela me levasse pra França
ou talvez Espanha e me concedesse uma dança
numa mansão no alto da colina
ela se jogaria nos tapetes
e me descolaria uma bolinha
então ela encheria a cara de gim
e talvez me desse um banho de arremate
- eu gostaria de ter uma Sylvia Plath

Ryan Adams
Ivan Justen Santana

7 comentários:

Ivan disse...

Dedicado a N. R., que me mostrou (também) isso...

Nina disse...

Eu conheço a letra, queria ouvir...
Eu tbem quero uma Sylvia!

Giuliano disse...

quero quero
uma ana cristina cesar
com uma saudade aberta ao infinito

Gunther disse...

Era seu aquele disco "the name of this band is talking heads"? A Lupe acha que era.

Prá manter o assunto: Vai, vai, vai, disse o passarinho, o ser humano não suporta muito bem a realidade.

Anônimo disse...

e a felicidade pode ser superficial... Bom, lembrar Sylvia!

Gostei do teu blog!

Anônimo disse...

Inseri nos favoritos e voltarei!!!

estou aqui não estou aqui disse...

caí por acaso aqui. gostei!!!
e volto.