sexta-feira, outubro 21, 2005

O QUE EU DEVO DIZER, O QUE EU QUERO DIZER, E O QUE EU DIGO

Eu devo dizer que tenho andado mais que fraco: fraquinho.
Tenho falado tão pouco, tão pouco: feito um anão pequenininho.
E tenho caído mais que de bêbado: exaustozinho.
Eu devo dizer também que devo mais dinheiro que tenho: afinal, eu também sou um brasileirinho: só que pior: tenho andado sozinhozinho.

Eu quero dizer que te quero muito, mas menos mal que só um pouquinho: quero dizer mais (e melhor), mas deveria ser mais que fraco: franquinho.
Eu quero dizer tanta coisa, mas não dá pra justificar mais nada: sobrou só uma casca (que agora escreve): sobrou só a vontade de parar de digi

*

Eu digo que nunca paro: paródia dum fim sem começo: e assim ainda sempre fica sobrando a chance de continuar indefinidamente rimando em inho: e aí eu binho cinho dinho finho ginho hinho inho jinho kinho linho minho ninho oinho pinho quinho rinho sinho tinho uinho vinho winho xinho yinho zinho

e encho a carinha de vinho.

2 comentários:

Webmaster disse...

Read your blog on acne pills and thought you might want to review my site which includes ebooks, tapes and cd's to cure acne, including one called Acne Free in 3 Days. Thought you might be interested.

Priscila disse...

Um beijinho docinho com carinho e denguinho em você, Ivanzinho.
Ah! Eu não ia comentar isso, mas você reclamou então... a culpa é sua. :)
Te gosto muito, moço.