quarta-feira, setembro 19, 2007

Atirando cavalos ao mar...

HORSE LATITUDES
LATITUDES CAVALARES

When the still sea conspires an armor
Quando o mar parado conspira uma armadura
And her sullen and aborted currents breed tiny monsters
E suas correntes soturnas e abortadas geram monstrículos
True sailing is dead
A navegação verdadeira está morta
Awkward instant
Instante canhestro
And the first animal is jettisoned
E o primeiro animal é arremessado
Legs furiously pumping
Patas furiosamente bombeando

Their stiff green gallop
Seu galope imaturo e tenso

And heads bob up
E cabeças empinam com o solavanco

Poise
Altivez
Delicate

Delicada
Pause
Pausa
Consent

Permissão
In mute nostril agony
Numa agonia muda de narina

Carefully refined
Cuidadosamente refinada
And sealed over
E selada por cima

James Douglas Morrison
Ivan Justen Santana

3 comentários:

Anônimo disse...

fudida a foto... abraços, lepre.

Karla Izidro disse...

Muito bacana seu blog ,Ivan!Estava procurando a tradução de "Je rève de vers doux",eencontrei aqui.Só posso dizer.... obrigada pela informação.Um abraço!

Anônimo disse...

Nossa, estou encantada com tanta coisa bonita pra ler.
amei de cabo a rabo!!

ah, ate agora o meu favorito é
Para minha musa da tragédia.
lindoooooooo
Paula