segunda-feira, setembro 06, 2010

Atendendo a um "pedylan" da ótima escritora, musicista e compositora Alexandra Lemos Zagonel,

eis, com vocês:
Soprando Ao Vento(Blowin' in the wind)

Quantas estradas alguém tem que trilhar
Até ser chamado de alguém?
E mais quantos mares a pomba vai cruzar
Até deitar e dormir bem?
E mais quantas vezes as bombas vão voar
Até ser banidas pra sempre?
Respostas, meus caros, soprando ao vento vão
Respostas soprando ao vento vão

Quantos anos mais as montanhas vão durar
Até deslizarem ao mar?
E mais quantos anos essa gente vai durar
Até poder se libertar?
E mais quantas vezes o homem fingirá
Que não pode ouvir nem olhar?
Respostas, meus caros, soprando ao vento vão
Respostas soprando ao vento vão

Quantas vezes mais o homem tem que olhar
Até conseguir ver o céu?
E mais quantas orelhas o homem tem que ter
Até que escute um grito seu?
E mais quantas mortes até o homem saber
Que gente demais já morreu?
Respostas, meus caros, soprando ao vento vão
Respostas soprando ao vento vão



Robert Allen Zimmerman / Bob Dylan
versão brasileira: Ivan Justen Santana

5 comentários:

Wagner Schadeck disse...

Muito legal. Cantante, como sempre.
Parabéns, Ivan.

Abraço

vinícius alves disse...

IVAN,

NUMA PALAVRA: PERFEITO.

AMPREX DO VINI

vinícius alves disse...

IVAN,

NUMA PALAVRA: PERFEITO.

AMPREX DO VINI

Marcio disse...

Recriar o grande poeta não fácil. Mas você conseguiu. Parabéns.

Panda disse...

meu querido poeta!

que lindo, vou gravar e postar no meu bulógui tao logo essa loucura academica (endêmica de fim de semestre) se acabe.

um beijo