segunda-feira, setembro 30, 2013

O CEGO WILLIE McTELL

Blind Willie McTell -- Bob Dylan
versão brasileira: Ivan Justen Santana

Seen the arrow on the doorpost
Saying, “This land is condemned
All the way from New Orleans
To Jerusalem”
I traveled through East Texas
Where many martyrs fell
And I know no one can sing the blues
Like Blind Willie McTell
A placa-seta no batente da porta
Dizia: "Condenada a terra além
Da estrada desde Nova Órleans
Até Jerusalém"
Viajei pelo Leste do Texas
Onde muito mártir já foi réu
E sei que ninguém mais canta o blues
Feito o cego Willie McTell

Well, I heard that hoot owl singing
As they were taking down the tents
The stars above the barren trees
Were his only audience
Them charcoal gypsy maidens
Can strut their feathers well
But nobody can sing the blues
Like Blind Willie McTell
É, ouvi aquela coruja cantando
Enquanto eles derrubavam as tendas
As estrelas sobre as árvores secas
Eram a única audiência dela
Aquelas moças ciganas carvoeiras
Desfilam com as penas ao céu
Mas ninguém mais canta o blues
Feito o cego Willie McTell

See them big plantations burning
Hear the cracking of the whips
Smell that sweet magnolia blooming
See the ghosts of slavery ships
I can hear them tribes a-moaning
Hear that undertaker’s bell
Nobody can sing the blues
Like Blind Willie McTell
Veja as grandes plantações queimando
Ouça os estalos dos chicotes
Sinta a doce magnólia desabrochando
Veja os navios negreiros e seus lotes
Posso ouvir as tribos e seus gemidos
E o sino do coveiro toca ao léu
Ninguém mais consegue cantar o blues
Feito o cego Willie McTell

There’s a woman by the river
With some fine young handsome man
He’s dressed up like a squire
Bootlegged whiskey in his hand
There’s a chain gang on the highway
I can hear them rebels yell
And I know no one can sing the blues
Like Blind Willie McTell
Tem uma mulher à beira do rio
Junto com algum belo rapaz
Vestido como um escudeiro
Carregando seus uísques ilegais
Tem uma gangue de correntes na estrada
Ouço seus gritos rebeldes ao céu
E sei que ninguém mais canta o blues
Feito o cego Willie McTell

Well, God is in His heaven
And we all want what’s His
But power and greed and corruptible seed
Seem to be all that there is
I’m gazing out the window
Of the St. James Hotel
And I know no one can sing the blues
Like Blind Willie McTell
É, Deus está em Seu paraíso
E todos queremos o que é Dele
Mas poder, ganância, semente corruptível
São só o que existe, ao que parece
Estou olhando pra fora da janela
Daqui deste indiferente hotel
E sei que ninguém mais canta o blues
Feito o cego Willie McTell

2 comentários:

Berwell disse...

Justamente hoje quando resolvo checar meu e-mail, eis que dou-me de cara com essa tradução da hora! Boa, Man!

P.S. Seria Bob Dylan's 115th Dream a tour de force?

P.S.S. E por falar em tradução existe uma versão francesa de Blind Willie McTell lançada ano passado por Francis Cabrel em seu album Vise le ciel(just dylanesque covers), não sei se conheces, mas sugiro uma espiada nesse link: http://www.youtube.com/watch?v=6h3NyYhNJK0

Abs, Ivan.

Ivan disse...

Excelente a versão do Francis Cabrel, muito inspiradora (acertou melhor as rimas, até onde não existem no original, e manteve o clima muito bem) -- pelo jeito, o resto do trabalho mantém o mesmo nível -- quanto aos dreams do Dylan, vamos ver...