quinta-feira, agosto 25, 2011

CANÇÃOZINHA DA MANADA POÉTICA PARANAENSE

(a todos os poetas vivos que fazem poesia nesse estado)

Um Emiliano passa a Perneta em muita gente:
Dois Leminskis levam no bigode muitos mais.
Três Kolodys helenizam muita gente:
Quatro Vellozos pitagoram muito mais.
Cinco Silveiras traçam Tasso em muita gente:
Seis Wernecks adolficam muito mais.
Sete Júlias guardam da Costa muita gente:
Oito Adas com Macággicas encantam muito mais.
Nove Cadilhes e-agora-José-questionam muita gente:
Dez Wojciechowskis vivos incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam incomodam
e incomodarão muitos por muitos e muitos anos muito mais.
*

Nesta foto, da Vila Perneta, a casa onde Emiliano teria nascido e morado.
(Mais informações clicando aqui)

9 comentários:

@tattilemos disse...

Adorei!!!

Ivan disse...

Adorei que você adorou, Tatiana!

Don Suelda disse...

Ivan:

Se você fosse Cadille, seria
outro Cadille? Vixe! Ou trocadilho?

Ivan disse...

Don Suelda!

De fato e de direito, eu sou primo de legítimos bisnetos do José Cadilhe: o tio-avô deles (José Cadilhe Filho) se apresentava às pessoas na Rua XV como José Trocadilho...

Eu até que gostaria de ser outro Cadilhe, mas é claro que não seria Justen com a minha Santana família...

Valeu a visita!

Anônimo disse...

agradabilíssimo!!

G.

Nara disse...

Muito bom, Ivan.
Esse doutorado que acontece extra-classe está da melhor qualidade, com direito a diploma por antecipação.

:o)


n.

Ritalix disse...

Eh Paranista!!
adorei também!

lucia della-flora disse...

Lindo mesmo! Amei!

lucia della-flora disse...

Lindo demais!
Amei!