sábado, abril 17, 2010

Como Uma Pedra Rolante


era uma vez
você vestida de xadrez
mão de vaca pros mendigos
sendo eleita a miss do mês
diga?!

o povo todo já xaveca
"te cuida aí, boneca,
tua caranga um dia breca"
você achava isso meleca
inveja das amigas

você só

gargalhava
das pessoas
suas escravas
e agora a sua voz sumiu
e agora o seu tom vazio
vem naquela velha fala
que prossegue na batalha
pelo próximo filé

como é que é?!
como é que é!?
ser sem terra em transe
completamente mutante
como uma pedra rolante

você foi aluna
da melhor escola
Senhorita Solitária
contudo já não cola
você sabe só ficava lá
enchendo a cara

ninguém nunca mostrou
como viver longe do lar
e agora você vê que vai ter
que se acostumar a

você sempre dizia
que jamais se renderia
pro malaco do mistério
e agora você nem pia
vê que ele não vende
qualquer guia
e sob os olhos vazios
você somente espia
perguntando sobre o trato
quanto você quer

como é que é?!
como é que é!?
ser sem terra em transe
sem caminho adiante
completamente mutante
como uma pedra rolante

você nunca olhou em volta
pra notar a cara torta
dos palhaços da patota
quando vinham fazer

truques pra você

nunca compreendeu
que não fez o seu
e não tinha um Romeu
pra Julieta que você quis ser

você cavalgava um hipocromo
com o seu diplomata
o qual levava nos ombros
uma gata acrobata

e agora você percebe
como a vida é ingrata
não tinha selo ou moeda
aquele numismata
que levou de você tudo que pôde
até mesmo a fé

como é que é?!
como é que é!?
ser sem terra em transe
sem caminho adiante
completamente mutante
como uma pedra rolante

a princesa está na torre
e o povo lindo quase morre
nesta festa bebe e pensa
que se garantiu por cima

vai trocando todo o tipo
de presentes e coisinhas
mas segure o bracelete
empenhe esse diamante, mina

você costumava
ficar tão encantada
com o Napoleão dos farrapos
e as frases que ele usava

vá pra ele agora

compareça à sua chamada
quando você não tem nada

você não tem nada a perder
você é invisível agora
não restou nenhum segredo em pé

como é que é?!
como é que é!?
ser sem terra em transe
sem caminho adiante
completamente mutante
como uma pedra rolante


(Like a Rolling Stone,

de Bob Dylan,
em versão brasileira de

Ivan Justen Santana)

4 comentários:

becoprado disse...

Cara, isso que eu chamo de sincronicidade. O Dylan na cabeça dos dois blogs, os dois postados no sábado. O meu, com uma foto roubada de outro blog; o teu com um beijo roubado das Musas. Boa, boa, boa. Estou colocando no mural lá do Fecebook. Aliás, entre lá e coloque coisas de vez em quando. Abraços emocionados.

Gianna disse...

Maravilhoso

Ana Guimarães disse...

Isso é o que eu chamo de comparecimento do sujeito Ivan.
Bom te conhecer.

Panda disse...

Ivan vc nos inspira!