domingo, maio 09, 2010

Todos os espetáculos de ontem...

Hoje só posso registrar momentos mágicos:
no Parque dos Peladeiros, os casais dançando,
os Eles Mesmos detonando,
mesmo com o ginásio semivazio,
meus três comparsas poetas e eu,
mandando bala e nos divertindo
com aquela minoria esmagadora.

Depois, no Parque do Semeador,
chegamos e Batista de Pilar estava lá,
sacudindo a massa, comandando a festa.

Subimos ao palco, nós, é bom que se registre:
Jorge Barbosa (o do Irajá)
Edson de Vulcanis,
Luiz Felipe Leprevost
e este que vos escreve --
e o povo disse: sim, a gente gosta de poesia!

Posteriormente, assistimos à Relespública,
que realmente quebrou tudo,
subimos de novo ao palco e, por nossa vez,
também quebramos tudo de novo.

E veio o Blindagem, com o novo vocalista
reencarnando o Ivo e quebrando tudo novamente,

e então,
depois de tantos instantes impressionantes,

vieram os Mutantes, com os originais integrantes
Serginho na guitarra,
Dinho Paes Leme nas baquetas,
e os novos atualmente Mutantes
(tem um curitibano nessa parada)
e agora só posso terminar com o poema imediato
feito pelo Fábio Elias e por este que aqui delira
com pé firme na realidade:

A VIDA EM CURITIBA

pro Leminski, foi meio que uma pedreira.
A vida em Curitiba já foi um Prado Velho,
mas hoje está que é um Bairro Novo,
e nenhum Sítio Cercado,
nenhuma Barreirinha
nos impedirão de abrir este Portão:

Curitiba evolui a cada segundo
e hoje o símbolo da cidade
é o Novo Mundo!


Minha filha Rúbia e Sérgio Dias Baptista (foto: Gianna Roland)


Edson de Vulcanis, Jorge Barbosa, Luiz Felipe Leprevost e Ivan Justen Santana, no palco do Parque do Semeador, em Curitiba: a poesia é boa e o povo gosta! (foto: Gianna Roland)


Eu & Gianna (foto: Ivan)


Serginho, em lótus espiritual com a guitarra, a meio metro de nós, encantando a multidão. (foto: Gianna)


Eu, incrédulo e em êxtase, naquele instante-Mutante. (foto: Gianna)


Tietagem no camarim: Serginho e Gianna, após o espetáculo. (foto: Rúbia)

6 comentários:

Panda disse...

como eu queria estar aí!!!

Antonio Thadeu Wojciechowski disse...

Muito bom. kkkkkkkkkk. Era pra eu estar lá, mas tive que estar em outro lugar. Abração.

Ivan disse...

Thadeu e Panda:

Curitiba inteira estava lá, muito bem representada, inclusive no palco do inefável espetáculo dos Mutantes: o tecladista Henrique Peters, músico curitibano, é um Mutante desde 2006.

E quando a Relespública quebrou tudo, tocando We Won´t Get Fooled Again, do The Who - você também estava lá, Xanda -

e quando o Batista de Pilar declamou, e quando o Jorge Barbosa, o "Michael" Edson, o Lepre e eu subimos ao palco - Thadeu: você também subiu lá com a gente -

e quando o Rodrigo Vivasz, atual vocalista do Blindagem, comentou comigo, no camarim, que ele precisava de uma dose de uísque pra aquecer a voz, e quando o Blindagem tocou, o Ivo era uma presença nítida -

enfim, e sem exagero: foram quebradas as fronteiras de espaço, tempo e matéria.

Pra fechar, é necessário registrar os nomes dos idealizadores e organizadores da loucura toda: Rodrigo Barros Homem-Del-Rey e Luiz Antonio Ferreira.

Gianna disse...

Realmente foi inesquecível esta noite, muito boa do começo ao fim.
Ah, e esses poetas... Esses poetas estão de parabéns.

Anônimo disse...

Uau!!!

maravilha! que bom que aqui em Curitiba "requebrar" significa Quebrar de novooooOOoooo, hehe!
Mandaram bens!


Ivan, essa foto está irada! Vc em pplano!


Valeus


n.

becoprado disse...

Que festa maravilhosa hem, seu Ivan! Parabéns a você e vivas duplos, triplos, quadrúplos à Homem de Ferro, à GGG, ao Ferreira e ao Rodrigo!